Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA DE 2003

Com a saída de Parreira - que foi servir a Seleção Brasileira - a Diretoria trouxe o técnico Geninho para assumir o comando do Timão. Juntamente vieram o atacante Liédson, e o meia Jorge Wagner. Eliminado pelo River Plate na Libertadores, o Timão aposta todas as suas fichas no Campeonato Paulista. Nas quarta-de-final, o Timão vence de virada o União Barbarense por 2 x 1. Na semifinal, o Timaõ encarou o Palmeiras, Na primeira partida, 2 x 2. No segundo e decisivo jogo, 4 x 2. Na grande final, o Timão encararia o São Paulo. No primeiro jogo, 3 x 2 para o Timão. No segundo jogo, após um começo nervoso, com expulsões para os dois lados, o Timão abriu 2 gols de vantagem no primeiro tempo. No segundo tempo, aos 17 minutos, o São Paulo já havia empatado o jogo. Só que aos 43 minutos, Jorge Wagner de cabeça decreta a vitória e a conquista do 25 título Paulista. (Rubinho, César, Juliano, Rogério, Fabrício, Anderson, Vampeta, Fabinho, Doni, Fabio Luciano e Roger. Agachados: Liédson, Renato, Gi…

CORINTHIANS CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL DE 2002

Após perder o Título de 2001 para o Grêmio, o Timão estava novamente pronto para disputar mais uma Copa do Brasil. Foram 11 jogos, 7 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. 24 gols marcados e 13 sofridos. 3 dias após ter conquistado o título do Rio-São Paulo, o Timão volta a campo no dia 15 de maio em Taguatinga (DF) para, após um empate em 1 x 1 contra o Brasiliense, sagrar-se novamente Campeão da Copa do Brasil.

(Dida, Santiago, Fabinho, Batata, Otacílio, Fábio Luciano, Andreson, Vampeta, Kléber, Rogério e Doni. Agachados: Angelo, Deivid, Kléber, Leandro, Ricardinho, Gil e Fabrício.)





No Campeonato Brasileiro, último a ser disputado no sistema de Finais, o Timão após passar por Atlético Mineiro (com direito a goleada no Mineirão 6 x 2, e 2 x 1 no Morumbi), e Fluminense (0 x 1 Maracanã e 3 x 2 Morumbi) o Timão parou diante do Santos de Robinho e suas pedaladas.

CORINTHIANS CAMPEÃO DO RIO-SÃO PAULO DE 2002

Devido à mudanças no calendário futebolístico, tanto o  Campeonato Paulista , como o Campeonato Carioca deixaram de ser atraente, fazendo com que o Torneio Rio-São Paulo ressurgisse como opção tanto para os 4 grandes de São Paulo ( Corinthians, Santos, Palmeiras e São Paulo), como para os 4 grandes do Rio (Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo). Uniram-se a esses 8, Ponte Preta, Guarani, Portuguesa, Jundiai, São Caetano, America, Americano e Bangú. Os 2 últimos cairiam para os Campeonatos Paulista e Carioca respectivamente. No Timão, a mudança começou com a saída de Luxemburgo, e a chegada de Carlos Alberto Parreira. A campanha do Timão foi: 19 jogos, 11 vitórias, 6 em pates e apenas 2 derrotas (Santos e Flamengo). Marcou 38 gols, e sofreu 19. A grande final foi contra o São Paulo. No primeiro jogo do dia 5 de maio de 2002, deu Timão - 3 x 2. No segundo jogo, disputado no dia 12 de maio (dia das Mães), o Timão arranca um empate por 1 x 1, e conquista seu quinto título do Rio-São Pa…

CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA DE 2001

Após um começo pavoroso no Campeonato Paulista, onde amargava a 14 colocação, sob o comando de Wanderley Luxemburgo, o Timão conquistou 7 vitórias seguidas no Paulistão, conseguindo assim o direito de disputar as semifinais . Na semifinal, o Timão eliminou o Santos que tinha a vantagem de jogar por 2 empates, com uma vitória espetacular no segundo confronto, por 2 x 1. No primeiro confronto, empate em 1 x 1. A Final seria contra o Botafogo de Ribeirão Preto. O primeiro jogo, em Ribeirão, o Timão venceu por 3 x 0 colocando uma mão na Taça. No segundo jogo, podendo perder por até 3 gols de diferença, o Timão, sob um Morumbi lotado,  conquistou seu  24 Título Paulista após um empate sem gols.
(Rogério, Scheidt, Fábio Luciano, Gleguer, João Carlos, Batata, André, Kléber, Gallo e Maurício. Agachados: Andrezinho, Marcos Senna, Gil, Ricardinho, Marcelinho Carioca, Índio, Rodrigo Pontes e Éwerton.)

CORINTHIANS O 1º CAMPEÃO MUNDIAL INTERCLUBES FIFA 2000

A FIFA entidade máxima do futebol mundial resolveu criar em 1999 um campeonato a ser disputado no início do ano 2000, cujo vencedor seria coroado como o " 1º CAMPEÃO MUNDIAL INTERCLUBES". Para isso,  seria necessário  reunir num mesmo torneio representantes dos 5 continentes, acabando de vez com  o oba-oba de vermos um campeonato (Toyota Cup) que resumiu o mundo a apenas 2 continentes (Europa e América do Sul) e cujo vencedor era proclamado "Campeão Mundial".
O Brasil foi o palco escolhido para a realização do 1º Campeonato Mundial Interclubes FIFA. Pelas regras da competição, participariam o Campeão da Taça Libertadores das Américas de 1999 , o Campeão da Copa dos Campeões da Europa de 1999 (Manchester United), o Campeão da Liga dos Campeões da África de 1999 (Raja Casablanca), o Campeão da Super Copa da Ásia de 1999 (Al Nasr), o Campeão da Copa dos Campeões da Oceania de 1999 (South Melbourne),o campeão da Copa dos Campeões da CONCACAF (Necaxa), o Último campeão…

CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA E BRASILEIRO DE 1999

Pela primeira vez, o Timão consegue na mesma temporada, ser Campeão Paulista e Brasileiro.
No Paulistão, com goleadas de 5 x 1 contra o Santos, 4 x 0 contra o São Paulo, e 3 x 0 contra o Palmeiras na 1ª partida das finais, o Timão entrou em campo no dia 20 de junho precisando apenas de um empate para conquistar seu 23º título paulista.
Quando o jogo estava em 2 x 2, Edilson resolveu tirar um sarro da cara dos Palmeirenses, fazendo embaixadinhas. Irritados, os jogadores do Palmeiras foram com tudo para cima do "capetinha", transformando a partida em um palco de luta livre. A partida que já estava nos 31 minutos do 2º tempo quando a briga começou, foi encerrada, e o Timão pode comemorar mais um título. Após um empate (2 x 2) contra o Palmeiras, com direito a embaixadinha do "Capetinha" Edilson, o Timão conquistou seu 23º título Paulista.

(Edilson correndo atrás de Paulo Nunes)


(Pingo, Mauricio, Renato, Gamarra, Ríncon, Márcio Costa, Nenê, André Santos, Vampeta e Sil…

CORINTHIANS CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1998

Durante todo o campeonato, um dos mais disputados de todos os tempos, o Timão foi a melhor equipe. E continuou sendo na Finais contra o perigoso Cruzeiro, quando empatou merecendo vencer no mineirão (2 x 2), foi prejudicado pela arbitragem no Morumbi (1 x 1) e, finalmente, fez a festa no terceiro jogo (2 x 0). Além de raça, o meio-campo se destacava com Rincón, Vampeta, Ricardinho e Marcelinho. Na defesa, a categoria de Gamarra, e no ataque Edilson o capetinha , e Mirandinha davam conta do recado, além é claro, de Dinei que foi decisivo na partida final ao dar o passe para os gols de seus companheiros. Aliás, Dinei era o único jogador  remanescente da campanha do título de 1990.
Sob o comando de Wanderley Luxemburgo, o Corinthians pode comemorar seu 2º título brasileiro. (Mauricio, Márcio Costa, Nei, Gamarra, Batata, Silvinho, Rincon e Cris. Agachados: Dinei, Amaral, Mirandinha, Didi, Rodrigo, Vampeta, Indio, Ricardinho, Marcelinho Carioca e Edilson.)
(Ricardinho em ação contra o Cru…

CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA DE 1997

Ajudado por um patrocínio milionário do Banco Excel, que trouxe craques de sobra, entre eles o zagueiro Antonio Carlos, o lateral André Luís, e os atacantes Donizete e Túlio , que apesar de  artilheiro do time, era reserva. O Timão faturou o seu 22º título Paulista, com goleadas - 8 x 2 no Guarani, 6 x 2 no São José,  5 x 2 no Palmeiras, tornando-se o maior vencedor do Estado.

(Antonio Carlos, Romeu, Henrique, Fàbio Augusto, André e Ronaldo.Agachados: Mirandinha, Marcelinho Carioca, Gilmar, Souza e Donizete.)
(Antonio Carlos, Silvinho, Henrique, Romeu e Ronaldo. Agachados: Mirandinha, Souza, Donizete, Fábio Augusto, Gilmar e Rodrigo.)