segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

GRANDES ÍDOLOS - ALESSANDRO

O paranaense Alessandro Mori Nunes encerrou sua carreira de jogador de futebol em dezembro de 2013, mas entrou definitivamente para a Galeria de Ídolos e Vencedores do Corinthians.

(em 2008)

Foram 6 anos de dedicação ao manto alvinegro , 258 jogos, 4 gols, e 7 Títulos conquistados.
Após passagens por Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio e Santos, Alessandro desembarcou no Parque São Jorge em 2008 para disputar a série B do Brasileirão. Sua estréia porém, se deu durante o Paulistão de 2008, mais precisamente no dia 17 de janeiro, na vitória por 3 x 0 sobre o Guarani de Campinas no Estádio do Morumbi. 

(Campeão da Série B ao lado de André Santos e William)

Um dos destaques da equipe comandada pelo Técnico Mano Menezes, Alessandro ajudou o Timão a retornar a elite do futebol brasileiro ao conquistar o Brasileirão da série B.
No mesmo ano conquistaria o vice da Copa do Brasil.

(Durante a final da Copa do Brasil de 2009 contra o Internacional)

Em 2009 conquista os campeonatos Paulista e da Copa do Brasil.

(Paulistão de 2009)

Em 2010, com os maus resultados do time nos campeonatos disputados durante o ano, acabou sendo duramente criticado pela Fiel torcida corinthiana, junto a outros jogadores do time, mas acabou sendo mantido pela comissão técnica na equipe.
Em 2011, com a braçadeira de Capitão, conquista o Brasileirão.

(Brasileirão 2011)

No ano seguinte levanta os troféus da Taça Libertadores das Américas, e do Mundial de Clubes da FIFA.

(Campeão da Libertadores 2012)

(Campeão Mundia Interclubes FIFA 2012)

Em 2013 conquista seus dois últimos títulos como jogador, o Paulistão, e a Recopa Sul-americana.

(Campeão Paulista 2013)

(Ao lado de Chicão e Júlio César com o Troféu da Recopa de 2013)

No dia 30 de novembro fez sua última partida diante da Fiel torcida no Pacaembu. Após o intervalo, ao retornar para o 2º tempo da partida, deparou-se com todos os jogadores, familiares e direção técnica do Corinthians vestidos com uma camiseta onde lia-se: "Eterno Capitão", "Eterno Guerreiro" e "Obrigado, Guerreiro".

(Diretores do Timão com a camiseta homenageando Alessandro)

Em seguida foi agraciado com uma placa de agradecimento oferecida pela  Diretoria Corinthiana. 

(Homenagem durante sua última partida no Pacaembu)

Sua derradeira partida com a camisa do clube ocorreu no dia 7 de dezembro  em Pernambuco, na derrota por 1 x 0 para o Náutico em partida válida pela 38ª e última rodada do Brasileirão 2013
Após aposentar-se, Alessandro ainda não definiu seu futuro, mas acredita que possa ser utilizado na comissão técnica que acaba de assumir o time para a temporada de 2014.
Valeu Guerreiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

AS PELOTAS DOS CENTENÁRIOS DO CORINTHIANS

Além de todas as glórias já alcançadas em sua centenária trajetória, o Corinthians continua sendo o único time Paulista detentor de 2 Títul...