Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

CRAQUES DO PASSADO - GILBERTO RIBEIRO GONÇALVES - GIL

Gil começou sua carreira nas categorias de base do Corinthians. Em 1999 foi um dos destaques da equipe que disputou e conquistou a Copa São Paulo de Juniores. Sua estréia entre os profissionais aconteceu já no ano seguinte, mais precisamente  em 23 de janeiro de 2000 contra o Fluminense (RJ) em jogo válido pelo Torneio Rio-São Paulo. Marcou seu primeiro gol em 23 de abril contra o Araçatuba na vitória por 3 x 0. Ao lado do Lateral-esquerdo Kléber, e do meia Ricardinho, formou uma ala esquerda vitoriosa, conquistando o Paulistão de 2001 , a Copa do Brasil  de 2002,   e o Torneio Rio-São Paulo também de 2002 . Gil tem também em seu currículo os títulos do Paulistão de 2003 e o Brasileirão de 2005. Em 2002 recebeu o Prêmio Bola de Prata. Em 2003, Gil acabou entrando definitivamente para os anais do clube ao marcar o gol de número 1.000 da história corinthiana em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro.  O feito aconteceu em 18 de maio, no Mineirão, no empate em 1 x 1 contra o Cruzeiro …

CRAQUES DO PASSADO - ALFINETE

Carlos Alberto Dario de Oliveira, o Alfinete, chegou no Corinthians em 1982 vindo do XV de Jaú, time onde começou sua carreira profissional em 1978. Chegou no clube com a difícil tarefa de substituir o veterano ídolo Zé Maria, na lateral-direita. Sua estréia foi no dia 28 de abril de 1982 contra a Portuguesa de Desportos em jogo válido pela Taça dos Campeões, Torneio que reuniu os 16 maiores clubes do Brasil. Logo em seu primeiro ano já conquista o Paulistão. Em 1983 fatura o Bicampeonato Paulista no famoso time da "Democracia Corinthiana".
(Com Hélio Maffia e Daniel González em 1983)
No final de dezembro de 1983 após 107 jogos e 3 gols assinalados, é negociado com a Ponte Preta de Campinas numa transação que envolvia a vinda do goleiro Carlos e do Lateral-direito Édson Boaro para o Timão, e a sua ida juntamente com o atacante Paulo Egídio para o time campineiro. Na Macaca jogou até 1985, quando teve seu passe negociado com o time catarinense do Joinville. Em 1987 transferi…

CRAQUES DO PASSADO - ANDRÉ LUÍS DOS SANTOS

O paulistano André Santos começou nas categorias de base do Corinthians. Em 1995 participou da conquista da Copa São Paulo de Juniores . No mesmo ano fez sua estréia no time principal, mais precisamente em 18 de fevereiro contra o Guarani em Campinas. Participou ativamente nas conquistas do Paulistão e da Copa do Brasil de 1995, ora atuando como zagueiro, ora como lateral. Em 1997, com a chegada do Banco Excel  no Timão que investiu com vários jogadores de peso, acabou perdendo espaço na equipe, sendo emprestado no segundo semestre para o Grêmio (RS). Mesmo assim somou ao seu currículo a conquista de seu segundo Paulistão, o de 1997. Em 1998 atuou pela Ponte Preta de Campinas. Em 1999 retornou ao Corinthians, onde conquistou seu 3º Paulistão, e o Brasileirão no mesmo ano. Fez sua 135ª e última partida com o manto alvinegro em 9 de outubro de 1999 na vitória por 1 x 0 contra o Paraná (PR) em jogo válido pelo Brasileirão daquele ano. Em 2000 foi contratado em definitivo pela Ponte pret…

CRAQUES DO PASSADO - ÂNGELO BONFIETTI "ANGELIM"

Lenda viva do basquetebol brasileiro, o paulistano Ângelo Bonfietti começou sua carreira na Associação Atlética de São Paulo. Baixo para os padrões atuais, media 1,78 m, Angelim destacou-se logo cedo pela agilidade e intimidade com a bola. Em 1946 transferiu-se para o Corinthians. No ano seguinte já era capitão da equipe, e conquista seu primeiro Campeonato Paulista. Dono de um arremesso certeiro, foi por 5 vezes cestinha do Paulista de Basquete.

No Timão foram quase 10 anos de dedicação, e inúmeras conquistas, dentre elas, o hepta campeonato Paulista, e a Taça Brasil de 1955. Entre 1949 e 1956, foi rotineiramente convocado para defender a Seleção brasileira, onde marcou 400 pontos em 48 partidas. Sempre atuando como Capitão da equipe, Angelim disputou 3 Sul-Americanos e 4 Mundiais, além de 2 Olimpíadas (1952 e 1956). Uma de suas maiores emoções como jogador da Seleção, aconteceu em 1956 durante a disputa dos Jogos Olímpicos de Melbourne. Segundo relato de Angelim, 

"Estávamos jogando …

CORINTHIANS CAMPEÃO DA LIBERTADORES 2012

Passaram-se 35 anos  desde sua estréia no Torneio Continental em 1977. Apesar de inúmeros títulos conquistados nessas 3 décadas e meia, incluindo-se ai 1 Mundial, 5 Brasileiros, 3 Copas do Brasil, e diversos Paulistões, os adversários descamisados, e popularmente conhecidos como ANTICORINTHIANOS, se valiam do fato de o time nunca ter conquistado uma Taça Libertadores para poderem nos chacotear.

Ontem 4 de julho de 2012, finalmente completamos nosso álbum de títulos, e definitivamente acabamos com o suprimento de combustível que supria a língua ferina e invejosa de nossos adversários. Diante de quase 40 mil  enlouquecidos e fiéis torcedores , que lotaram o Estádio do Pacaembu, o Timão venceu de forma inconteste, o temido e copeiro time argentino do Boca Juniors por 2 x 0, conquistando o último título importante que faltava em sua extensa galeria de troféus.
(O Capitão Alessandro erguendo o Troféu)
Diga-se de passagem, uma conquista de forma INVICTA, façanha que não ocorria desde 1970 …

GRANDES ÍDOLOS - WALTER CASAGRANDE JUNIOR

O paulistano Casagrande começou sua carreira nas categorias de base do Corinthians com o Técnico Cabeção onde logo se destacou como goleador. Em 1980 já treinava entre os profissionais, mas seu estilo rebelde bateu de frente com o Técnico Brandão, que o dispensou para ser emprestado para outro clube . Em 1981 defendeu as cores da Caldense (MG). Apesar de desenvolver seu bom futebol no clube mineiro, Casagrande logo foi aprontando, o que ocasionou a rescisão do seu contrato.

(Na Caldense) De volta ao Corinthians, finalmente fez sua estréia entre os profissionais foi no dia 3 de fevereiro de 1982 contra o Guará (DF) em jogo válido pela Taça de Prata. Logo de cara, Casagrande foi  marcando 4 gols, mostrando-se um atacante com faro de gol. Nesse mesmo ano conquista seu primeiro Paulistão, além de terminar na frente da artilharia do campeonato com 28 gols. Em 1º de agosto contra o Palmeiras, Casagrande caiu de vez nas graças da Fiel ao marcar 3 dos 5 gols na goleada contra o arquirrival. …