sexta-feira, 11 de maio de 2012

TÉCNICOS VENCEDORES - JORGE VIEIRA

O carioca Jorge Silva Vieira começou sua carreira de treinador em 1960 dirigindo a equipe do América (RJ) aos 26 anos de idade.  Em seu primeiro ano conquista o Campeonato do Estado da Guanabara, assim chamado na época o Campeonato Carioca, tornando-se o treinador mais jovem do País a conquistar um título importante. 
Em  1965 foi para Portugal onde treinou por duas temporadas o time do Belenenses.
Em 1968 dirigiu o Vitória de Guimarães também de Portugal.
Em 1977, já de volta ao Brasil, passou a treinar a equipe do Botafogo de Ribeirão Preto que tinha em seu quadro o ainda desconhecido jogador Sócrates, onde faturou a Taça Cidade de São Paulo (Campeão do 1º Turno do Paulista).
No mesmo ano transferiu-se para o Palmeiras, onde permaneceu até 1978.
Em 7 de novembro de 1979 fazia sua estréia no Corinthians, substituindo o técnico José Teixeira  já na fase decisiva do Paulistão daquele ano. Tendo sob seu comando novamente o agora craque Sócrates, Jorge Vieira fatura o Paulistão de 1979. Em sua primeira passagem pelo clube fica apenas 26 jogos.
Retornaria ao Timão em 1983, onde fatura outro Campeonato Paulista.
Em 1984, após bater de frente com a "Democracia Corinthiana" que se instalava no clube, resolve sair.
Voltaria a dirigir a equipe novamente em 1986. Em 22 de abril de 1987, após uma derrota para o Noroeste de Baurú por 2 x 0 em jogo válido pelo Paulistão daquele ano, é demitido após vencer apenas 1 jogo dos 9 disputados no Paulistão.
No total, Jorge Vieira dirigiu o Timão em 147 jogos, sendo o 8º técnico que mais vezes dirigiu a equipe alvinegra.
Em 1985 foi para o Iraque treinar a Seleção local. Lá conseguiu um fato inédito para o País, classificando-o para a Copa do Mundo de 1986 no México.
Durante sua estada em Bagdá, acabou conhecendo e fazendo amizade com o ex-ditador Saddam Hussein.
Em entrevista à Revista Isto é em 2003, ao ser indagado sobre o que achava de Saddam Hussein, Jorge Vieira deu a seguinte resposta : 
"É um sujeito amistoso e percebia que ele era querido pelo povo. Só se tornava intransigente, quando precisava agir assim. Ele me confessou: “O Kuwait é um pedaço do nosso Iraque. Ainda vou invadir para retomar esse território”. Como a mídia não o conhece, cria uma imagem distorcida."

Jorge Vieira ainda treinou algumas equipes do México, e a Seleção de El Salvador em 1993/94.
Em 2007 assumiu a função de Diretor Técnico do América (RJ), seu clube de coração.




                                               Foto. Carol Feichas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

AS PELOTAS DOS CENTENÁRIOS DO CORINTHIANS

Além de todas as glórias já alcançadas em sua centenária trajetória, o Corinthians continua sendo o único time Paulista detentor de 2 Títul...