Pular para o conteúdo principal

CONTRATAÇÕES BADALADAS QUE VIRARAM MICO

A história do Corinthians reúne em seus mais de 100 anos, algumas contratações badaladas que se transformaram em verdadeiros micos.
Abaixo citarei algumas:
Em 1960, Vicente Matheus desembolsou uma fortuna de 6,5 milhões de cruzeiros e trouxe para o Corinthians o jogador que chamavam de "Pelé Branco" para tentar equilibrar as partidas com o Santos de Pelé. Apesar de ser um verdadeiro craque, embora indisciplinado, Almir jogou pouco e em nada ajudou o Timão em sua curta estadia.

(Almir o "Pernambuquinho")

Em 1966 o Corinthians foi buscar o maior jogador de futebol de todos os tempos depois de Pelé, mas já em final de carreira, e com graves problemas nos joelhos, Garrincha jogou apenas 13 jogos.
Em 1975 chegou ao Timão César Maluco, artilheiro por onde passou, mas no Corinthians em menos de um ano marcou apenas 8 gols.

(Mané Garrincha)

Em 1978 o Corinthians estava atrás de um jogador que acertasse o meio-de-campo da equipe, para isso foi até o Uruguai buscar o volante Taborda, que custou aos cofres do clube na época a fortuna de 4 milhões de cruzeiros. De solução, Taborda se transformou num verdadeiro desastre, que nem como zagueiro adaptado funcionou. Felizmente a diretoria conseguiu diminuir o prejuízo, e em 1982 trocou-o com a Portuguesa pelo zagueiro Daniel González.



Em 1981, 10 anos após uma campanha mal sucedida para traze-lo ao Parque São Jorge, finalmente chega o famoso ponta-esquerda Paulo César Caju, ídolo do Botafogo e Flamengo nos anos 70 e tricampeão do mundo com a Seleção Brasileira no México.  Fora de forma, e nem sombra daquele craque que fazia e acontecia na década passada, Caju precisou de apenas 4 jogos para rescindir seu contrato com o Timão e voltar correndo para o Rio de Janeiro.



Ainda em 1981, chega ao Parque São Jorge vindo do Flamengo o "Deus da raça" Rondinelli. No Timão em menos de 4 meses já tinha ido embora.


Em 1985 o Corinthians montou uma verdadeira Seleção, com vários jogadores com passagem pela Seleção Brasileira, e entre eles estava Serginho Chulapa. Após 10 meses e 38 jogos já estava de volta ao Santos num período que ele mesmo chamou de "férias no Corinthians" .


Em 1993 o Timão foi buscar no Vasco da Gama o melhor lateral-direito da época, Luiz Carlos Winck, mas no Corinthians durou apenas 19 jogos.



Em 1994 chegou ao clube, Marco Antônio Boiadeiro, um jogador que sempre era lembrado quando as coisas não iam bem, diziam até em tom jocoso que ele iria "tirar a vaca do brejo", mas na verdade foi mais um bom jogador de breve passagem pelo Timão que não vingou .


Em 1996 o Corinthians foi buscar na  África do Sul a solução para o seu ataque. 3 jogos foram o suficiente para saber que Frank Williams era um fiasco.


Em 2011 chega Adriano "Imperador". Tão problemático quanto craque, Adriano chegou ao Timão fora de forma e com vários escândalos no currículo. Durante a fase em que tentava entrar novamente em forma, rompe o tendão de aquiles durante treinamento, e fica afastado por 6 meses. Durante seu processo de reabilitação falta inúmeras vezes nas sessões de fisioterapia, além de ser visto badalando nas noitadas. Retorna aos gramados em outubro de 2011, mas nitidamente fora de forma, não consegue desenvolver seu futebol. Em 2012 na volta para a pré temporada é barrado pela comissão técnica devido ao seu péssimo estado físico. Mais alguns atos de indisciplina fazem com que a Diretoria o dispense por justa causa.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

1981 ANO DO PRIMEIRO REBAIXAMENTO DO CORINTHIANS

1981 será um ano para ser esquecido pelos torcedores corinthianos. No Brasileiro, o time alcança sua pior classificação de sua história em campeonatos brasileiro, a 26º colocação. No Campeonato Paulista, que classificava apenas os 7 primeiros colocados automaticamente para o Brasileirão do ano seguinte, o Timão acabou na 8ª colocação, e viu-se obrigado a disputar a Taça de Prata, nome que se dava à segunda divisão do Campeonato Brasileiro. 
(Rondinelli, Gomes, Zé Maria, Rafael, Caçapava e Wladimir. Agachados: Biro-Biro, Sócrates, Mário, Zenon e Paulo César Caju)

TODOS OS UNIFORMES OFICIAIS DO CORINTHIANS

O primeiro uniforme do Timão era uma cópia do Time Inglês, Camisas bege e Calções Pretos. Como era difícil encontrar calções desta cor, o time utilizou calções brancos . O engraçado, era que o Calção do time inglês era na verdade azul escuro.
Em sua estréia no Futebol Oficial, em 1913, o Time aparece vestido com camisas brancas e calções pretos, cujas primeiras camisas  teriam sido feitas com sacos de farinha. Neste periodo que compreende os anos de 1913 a 1919, a única mudança seria em relação ao distintivo.


A partir de 1919 a camisa ganha um novo distintivo, perde a gola e os punhos pretos.


Em 1939 surge o distintivo com a âncora e os remos. Voltam a gola e os detalhes das mangas em preto.


Em 1949, em homenagem ao Torino da Itália, cujo time havia sido dizimado em acidente aéreo quatro dias antes, o Timão enfrenta a Lusa em um amistoso, vestindo uma camisa grená.

Em 1965 o Timão representa a Seleção Brasileira com a camisa azul da antiga CBD, em um amistoso contra o Arsenal da Ing…

A HISTÓRIA DO CLÁSSICO - CORINTHIANS X SANTOS

Dentre os times considerados grandes do futebol paulista, Corinthians e Santos é considerado o clássico mais antigo. A primeira partida envolvendo as duas agremiações nesse centenário confronto ocorreu em 22 de junho de 1913 com vitória do time praiano por 6 x 3. A primeira vitória do Timão aconteceu apenas em 26 de agosto de 1917 quando  venceu por 3 x 0 todos marcados por Neco. Em 11 de julho de 1920, o Corinthians aplicou sua maior goleada contra o Santos 11 x 0. A partida realizada na Vila Belmiro teve que ser interrompida aos 21 minutos do 2º tempo, já que os jogadores do Santos começaram a forçar expulsões até ficarem com um número insuficiente para que a partida pudesse ser concluída. Os heróis daquela tarde foram : Colombo, Nando, Gano, Garcia, Amilcar, Ciasca, Américo, Neco, Bororó, Gambarotta e Basílio (Foto abaixo)



Em 4 de setembro de 1927 foi a vez do time praiano aplicar uma goleada de 8 x 3.
Em janeiro de 1931 a torcida corinthiana lota 80 vagões de trem que saíram das …