quarta-feira, 8 de setembro de 2010

CAUSOS DO CORINTHIANS - A VITROLA DO GRANÉ

Num encontro entre Paulistas x Cariocas no Parque São Jorge, a "Casa Murano" oferecia uma vitrola ao jogador que marcasse o primeiro tento da partida. O juiz marcou uma penalidade contra os cariocas, e Grané que era o encarregado de bater as faltas, pois possuia o chute mais violento do Brasil, correu para a marca da cal, vibrando de alegria por 2 motivos: a penalidade que na certa daria um tento para os paulistas, e pelo régio presente que iria abiscoitar. E antes do chute, gozava os companheiros " amanhã apareçam em casa para ouvir discos em minha nova vitrola". Afastou 4 jardas e remeteu um violento chute contra o arco de Jaguaré, que era considerado o maior goleiro do Brasil na época (Jogou no Timão já no final de sua carreira em 1934). Jaguaré que momentos antes disse "olha aqui, seu mastodonte.Vou tirar o seu chutinho com um soco. Tá ouvindo?" defendeu, mas largou a bola e foi cair meio desacordado e com um braço fraturado no fundo das redes! De Maria correu e consignou o tento! Depois, entre abraços e risos falou "amanhã vocês apareçam em casa para ouvir discos em minha nova vitrola" Grané ficou uma vara!

(Grané)


(Grané é o 3º da direita para esquerda, e De Maria o 7º)

(Goleiro Jaguaré)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.