segunda-feira, 22 de março de 2010

1968 O FIM DO "TABU" CONTRA O SANTOS

Desde 21 de julho de 1957 quando o Corinthians venceu o Santos por 2 x 1 no Pacaembu, até o dia 6 de março  de 1968 quando voltou a vencer o Santos por 2 x 0, passaram-se 11 longos anos sem ganhar uma única vez do Santos pelo Campeonato Paulista, mais precisamente 22 jogos. Na noite do dia 6 de março de 1968, os gols de Flávio e Paulo Borges puseram um fim nesse tabu.De um lado, o Santos de Claúdio, Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel, Rildo, Lima, Negreiros, Kaneko, Toninho, Pelé e Edu, contava com a ausência de Clodoaldo. Do outro, o Timão de Diogo, Osvaldo Cunha, Ditão, Luís Carlos, Maciel, Édson, Rivellino, Buião, Paulo Borges, Flávio e Eduardo que sob o comando técnico Lula, que iria dirigir o time,  pela primeira vez contra seus ex-jogadores. Foi uma partida sensacional, onde o Timão buscava o gol incessantemente, enquanto o Santos tentava alguns lances isolados. Após um 1º tempo sem gols, aos 13 minutos do segundo tempo, Paulo Borges abre o placar, após desferir um petardo de canhota no ângulo do goleiro Claudio. Aos 31 minutos, Flávio, após passe de Rivellino, marca o segundo gol do Timão, sacramentando a vitória sobre o temível Santos de Pelé e cia.
Vale ressaltar que este Tabu refere-se apenas a jogos válidos pelo Campeonato Paulista, pois nesse interim temporal, ocorreram 4 vitórias corinthianas sobre os santistas. Três delas válidas pelo Torneio Rio-São Paulo : 2 x 1 em 27 de março de 1958, 2 x1 em 31 de março de 1960 e 2 x 0 em 29 de março de 1961, e uma válida pelo Torneio Taça de São Paulo, 3 x 1 em 16 de junho de 1962.

(Osvaldo Cunha, Édson, Luis Carlos, Diogo, Ditão e Maciel. Agachados: Buião, Paulo Borges, Flávio, Rivelino e Eduardo)
















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.