sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

O FOLCLÓRICO VICENTE MATHEUS

 Vicente Mateos Bathe nasceu em Zamora na Espanha em 28 de maio de 1908. Chegou ao Brasil em  1914, vindo residir na cidade de São Paulo.
Naturalizou-se brasileiro, e tornou-se conhecido empresário do setor civil pesado (Mineração e pedreiras).
Em 1934 tornou-se sócio do clube que o tornaria famoso, e comprou uma casa colada ao Parque São Jorge.
Em 1954 assume a Diretoria de Esportes do Clube.
Em 1959 assume seu 1º mandato como Presidente do Clube por voto direto dos associados.
Ao todo foram 8 mandatos à frente do clube.
Dirigente à moda antiga, Matheus, apesar do amor declarado pelo Corinthians, administrava o clube como se fosse uma microempresa, não sabendo tirar proveito do enorme potencial de marketing que o clube possuia. Muitas vezes colocou dinheiro do próprio bolso para investir em contratações e projetos para o Clube.
Uma de suas artimanhas mais conhecidas foi em relação a contratação do jogador Sócrates. Craque do Botafogo de Ribeirão Preto, Sócrates era pretendido por Palmeiras , e principalmete pelo São Paulo. O São Paulo  precisava negociar antes um jogador de seu time para levantar a quantia necessária para contratar Sócrates. Sabendo disso, Matheus em um lance de pura malandragem, mandou seu irmão Isidoro distrair o presidente tricolor dizendo-se interessado em comprar esse jogador São Paulino. Nesse interim, Matheus pegou um jatinho e foi para Ribeirão Preto com uma mala cheia de dinheiro para trazer o Doutor para o Parque São Jorge.
Matheus ficou também conhecido por suas frases célebres, repletas de gafes e incorreções.

"agradeço à Antarctica pelas Brahmas que nos cederam"
"O Sócrates é inegociável, invendável e imprestável"
"Jogador tem que ser completo como o pato que é um animal aquático e gramático"
"Quem sai na chuva é pra se queimar"
"O maior general da Fança é o General Eletric"
"Comigo ou sem migo o corinthians será campeão"
"Esse é um resultado que agradou gregos e napolitanos"
"Minha gestação foi a melhor que o Corinthians já teve"
"Haja o que hajar o Corinthians vai ser campeão"
"O difícil, vocês sabem, não é fácil"
"Depois da tempestade sempre vem a ambulância"



Matheus será sempre lembrado com saudade pelos torcedores mais antigos devido ao seu amor e fidelidade dedicado ao clube.
Foi em sua administração que o Timão quebrou o tabu de 22 anos e meio em 1977, e venceu seu 1º Campeonato Brasileiro em 1990.
Casado com Marlene Matheus, sua companheira por quase 3 décadas, Vicente faleceu aos 89 anos, vítima de câncer, em São Paulo.
Está sepultado no Cimitério da Quarta Parada em São Paulo.

(Marlene e Matheus em sua casa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

AS PELOTAS DOS CENTENÁRIOS DO CORINTHIANS

Além de todas as glórias já alcançadas em sua centenária trajetória, o Corinthians continua sendo o único time Paulista detentor de 2 Títul...