segunda-feira, 30 de agosto de 2010

GRANDES ÍDOLOS - BASÍLIO

João Roberto Basílio, ou simplesmente Basílio, ficará para sempre na história e nos corações da fiel, devido ao gol marcado contra a Ponte Preta em 1977 na final do Campeonato Paulista, que tirou o Timão da incomoda fila de quase 23 anos sem ganhar o Paulistão.
Após defender a Portuguesa por quase 10 anos, transfere-se em 1975 para o Corinthians com a dura missão de herdar a camisa 10 que fora de Rivellino. Apesar de dificilmente errar um passe a curta distância, Basilío não era um jogador que fazia jogadas geniais.
Em um jogo contra o América de Rio Preto, no Pacaembu, em 1975, chegou a sofrer uma parada respiratória em campo, após um choque com o goleiro do time adversário.
Em 1981, com a reformulação do elenco, despede-se do clube.
Encerrou sua carreira no Taubaté, e posteriormente tornou-se técnico, inclusive dirigindo o próprio Timão em 4 oportunidades distintas - 1985 como interino, 1987, 1989/1990 e 1992
Foram 253 jogos com a camisa Corinthiana, e 29 gols marcados, além dos 2 títulos Paulistas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.