domingo, 17 de janeiro de 2016

GRANDES ÍDOLOS - RALF

Chegou ao fim a  vitoriosa passagem do volante Ralf pelo Corinthians. Foram  352 jogos ,9 gols marcados e 6 títulos conquistados com a camisa alvinegra em 6 anos. No início de 2016 foi confirmada sua transferência  para a equipe chinesa do Beijing Guoam.
O paulistano Ralf de Souza Teles chegou ao Timão em 2010 vindo do Grêmio Barueri. A princípio foi contratado para reforçar o elenco que disputaria a Taça Libertadores daquele ano. Desde a saída do  volante Cristian para o futebol turco em julho de 2009 que formava uma dupla afiada com Elias, a comissão técnica estava encontrando dificuldades para achar dentro do elenco que dispunha um outro jogador que tivesse o mesmo desempenho do antecessor. Com a chegada de Ralf tudo ficou mais fácil, pois o voluntarioso e aguerrido jogador encaixou-se como uma luva no esquema tático, e logo se tornou titular da camisa 5. Em sua primeira temporada não conquistou nenhum título, mas foi o suficiente para se firmar na posição. Marcou seus primeiros 2 gols durante o Campeonato Brasileiro.

(Ao lado de Elias, sintonia pura)


Em 2011, após o vice-campeonato Paulista, conquista seu primeiro título com o manto alvinegro, o de Campeão Brasileiro jogando agora ao lado de Paulinho já que Elias havia se transferido para o futebol espanhol. Sua atuação durante a competição lhe rendeu também o prêmio  de melhor volante do campeonato, além de terminar a temporada sem receber um único cartão vermelho. Ralf marcou 1 gol no Brasileirão

(Chapelando Neymar no Paulistão de 2011)


(Ralf e Paulinho Campeões Brasileiro em 2011)


Em 2012, consagra-se ao conquistar a 1ª Copa Libertadores da história do clube, e de quebra o Bicampeonato mundial de clubes da FIFA. Nessa temporada marcou 1 gol no Brasileirão, e 1 gol na Libertadores, gol esse que garantiu o empate do time na estreia da competição. Apesar de atuar no setor defensivo, Ralf novamente não foi punido nenhuma vez com o cartão vermelho durante toda a temporada.

(Comemorando seu gol na estréia da Libertadores 2012)

(Desfilando com a Taça do Mundial de Clubes 2012)



Em 2013 dias após a polêmica e precoce eliminação da Libertadores para os argentinos do Boca Juniors com direito a show de horrores da arbitragem,  ganha seu primeiro Paulistão em cima do Santos de Neymar em plena Vila Belmiro. Em julho conquista a Recopa Sul-americana ao derrotar o São Paulo nos jogos de ida e volta por 2x1 e 2x0 respectivamente. Nessa temporada marcou um gol no Brasileirão.

(Dando um chega pra lá em Ganso no Paulistão 2013)

(Disputando uma jogada com Douglas na Recopa 2013)

Em 2014, com a saída do Técnico Tite, o time cai de rendimento e não consegue nenhum resultado expressivo durante o ano. Nessa temporada, Ralf atuou como capitão em 46 jogos e marcou 1 gol na Copa do Brasil. Terminou o ano novamente sem receber nenhum cartão vermelho.

(Em ação contra o Atlético Mineiro no Brasileirão 2014)


Em 2015, o técnico Tite retorna ao comando da equipe , mas o Corinthians que sofre financeiramente acaba perdendo peças chaves em seu elenco, como Guerrero, Sheik e Fábio Santos o que acaba refletindo em muito no desempenho da equipe.  Apesar das fracas campanhas  no Paulistão, Libertadores e Copa do Brasil, a diretoria resolve confiar e manter o técnico Tite. Após um início de Brasileirão duvidoso, onde a grande maioria das pessoas acreditavam que o Timão iria no máximo brigar para não ser rebaixado, o time acaba engrenando, torna-se uma máquina afiada e ajustada em todos os setores, e encerra a temporada com o Hexacampeonato Brasileiro quebrando vários recordes positivos durante a competição. Ralf, que atuou em 31 dos 38 jogos do Brasileirão, foi fundamental para que o time alcançasse esses números. Como reconhecimento, teve a honra de erguer o Troféu do Campeonato.  Mais uma vez, o volante terminou a temporada sem receber nenhum cartão vermelho, provando que um defensor pode ser efetivo sem ser violento ou desleal.

(Sendo homenageado pelos 350 jogos pelo Timão)


(Erguendo o Troféu do Hexa)

Valeu Pitbull.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

CORINTHIANS HEXACAMPEÃO BRASILEIRO DE FUTEBOL

Diferentemente de alguns Clubes que na falta de capacidade ficam amealhando "títulos" via fax, o Corinthians conquistou pela sexta vez, ao vivo e a cores, o Título de Campeão Brasileiro de Futebol, que oficialmente teve sua primeira edição em 1971.

(Capitão Ralf erguendo a Taça)

Apesar de desacreditado no início da competição quando sofreu 3 derrotas nos 5 primeiros jogos , além da saída de importantes peças, como Paolo Guerrero, Emerson Sheik, Fábio Santos e Petrus  além do colombiano Mendonza, o Timão surpreendeu a todos, e acabou conquistando o título com 3 rodadas de antecedência . De quebra deixou para trás o recorde de pontuação da era dos pontos  que até então pertencia ao Cruzeiro/2014  com seus 80 pontos ao terminar o Campeonato com 81 pontos.


A campanha:

10/05/15    CRUZEIRO 0X1 CORINTHIANS
16/05/15    CORINTHIANS 1X0 CHAPECOENSE
24/05/15    FLUMINENSE 0X0 CORINTHIANS
31/05/15    CORINTHIANS 0X2 PALMEIRAS
03/06/15    GRÊMIO 3X1 CORINTHIANS
06/06/15    JOINVILLE 0X1 CORINTHIANS
13/06/15    CORINTHIANS 2X1 INTERNACIONAL
20/06/15    SANTOS 1X0 CORINTHIANS
27/06/15     CORINTHIANS 2X1 FIGUEIRENSE
02/07/15     CORINTHIANS 2X0 PONTE PRETA
05/07/15     GOIÁS 0X0 CORINTHIANS
09/07/15     CORINTHIANS 2X0 ATLÉTICO-PR
12/07/15      FLAMENGO 0X3 CORINTHIANS
18/07/15      CORINTHIANS 1X0 ATLÉTICO-MG
26/07/15       CORITIBA 1X1 CORINTHIANS
29/07/15       CORINTHIANS 3X0 VASCO DA GAMA
09/08/15       SÃO PAULO 1X1 CORINTHIANS
12/08/15       CORINTHIANS 4X3 SPORT RECIFE
16/08/15       AVAI 1X2 CORINTHIANS
23/08/15       CORINTHIANS 3X0 CRUZEIRO
30/08/15       CHAPECOENSE 1X3 CORINTHIANS
02/09/15       CORINTHIANS 2X0 FLUMINENSE
06/09/15       PALMEIRAS 3X3 CORINTHIANS
09/09/15       CORINTHIANS 1X1 GRÊMIO
13/09/15       CORINTHIANS 3X0 JOINVILLE
16/09/15       INTERNACIONAL 2X1 CORINTHIANS
20/09/15       CORINTHIANS 2X0 SANTOS
27/09/15       FIGUEIRENSE 1X3 CORINTHIANS
04/10/15       PONTE PRETA 2X2 CORINTHIANS
15/10/15       CORINTHIANS 3X0 GOIÁS
18/10/15       ATLÉTICO-PR 1X4 CORINTHIANS
25/10/15       CORINTHIANS 1X0 FLAMENGO
01/11/15       ATLÉTICO-MG 0X3 CORINTHIANS
07/11/15       CORINTHIANS 2X1 CORITIBA
19/11/15       VASCO DA GAMA 1X1 CORINTHIANS

Os números finais após 38 rodadas não deixam dúvida da superioridade técnica do escrete alvinegro diante  seus adversários. Além da vantagem de 12 pontos sobre o segundo colocado, o Atlético Mineiro, o Timão foi o time que teve o maior número de vitórias (24), o menor número de derrotas, (5), o maior número de gols marcados, (71), e  a defesa menos vazada com apenas 31 gols sofridos, média de 0,81.

( Ralf comemorando seu gol contra o Fluminense)

Se não bastassem esses números, ao final do Campeonato o time também foi premiado com o Troféu Fair Play por ter sido a equipe menos faltosa durante toda a competição tendo recebido apenas 66 advertências (64 amarelos e 2 vermelhos), média de 1,7 cartões por jogo.


JogadorAmarelosVermelhos
Felipe71
Gil7
Edílson6
Jadson6
Fagner41
Ralf4
Elias4
Bruno Henrique3
Vagner Love3
Cássio2
Guilherme Arana2
Renato Augusto2
Malcom2
Danilo2
Lucca2
Uendel1
Edu Dracena1
Yago1
Cristian1
Rodriguinho1
Rildo1
Luciano1
Os jogadores que contribuíram com os 71 gols foram:

1º Vagner love - 14 gols

2º Jadson - 13 gols

3º Elias, Luciano, Renato Augusto e Malcon - 5 gols cada

4º  Romero e Lucca - 3 gols cada

5º  Edu Dracena, Gil, Rodriguinho e Uendel - 2 gols cada

6º Bruno Henrique, Cristian, Fábio Santos, Felipe, Guilherme Arana, Marciel, Ralf, e Mendonza - 1 gol cada




Os heróis da conquista que foram até o final da Campanha são:



Goleiros - Cássio , Walter e Matheus Caldeira
Defensores - Edilson, Edu Dracena, Fagner, Felipe, Gil, Guilherme Arana, Uendel, Pedro Henrique, Samuel Souza, Rodrigo Sam e Yago, 
Meio-Campistas - Ralf, Bruno Henrique, Danilo, Cristian, Elias, Jadson, Marciel, Renato Augusto, Rodriguinho, Matheus Pereira, Matheus Vargas e Gustavo Vieira, 
Atacantes - Romero, Lucca, Luciano, Malcon, Rildo, Vagner Love e Lincon
Técnico - Tite

(Técnico Tite, o grande responsável pelo Título)

Obs> Paolo Guerrero, Emerson Sheik, Fábio Santos, Petrus e Mendonza saíram durante a campanha.


segunda-feira, 24 de agosto de 2015

CRAQUES DO PASSADO - LIEDSON

O baiano Liedson da Silva Muniz teve duas passagens pelo Corinthians.
A primeira foi em 2003 quando disputou 38 jogos e assinalou 27 gols com a camisa alvinegra ajudando o clube a conquistar o Paulistão daquele ano, e seu primeiro título como jogador. 
Durante o Brasileirão de 2003 acabou acertando sua transferência para o Sporting de Portugal encerrando assim sua primeira passagem no Timão.


Após 8 anos atuando pelo clube português acertou seu retorno  em fevereiro de 2011. 
No Brasileirão de 2011 acabou como artilheiro da equipe com 12 gols, ajudando o Corinthians na conquista de seu 5º título nacional

(Campeão Brasileiro 2011)

Em 2012 ajudou na campanha da conquista do inédito título da Libertadores .
Em sua última partida pelo Timão no dia 8 de julho marcou o gol no empate em 1 x 1 contra o Sport Clube do Recife na Ilha do Retiro.
Após 73 jogos e mais 23 gols marcados acabou se transferindo para o Flamengo (RJ).

(Campeão da Libertadores 2012)

Em 23 de agosto de 2015, dia que o Corinthians enfrentou e venceu o Cruzeiro (MG) por 3 x 0 em jogo válido pela 20ª rodada do Brasileirão, Liedson foi homenageado pela Diretoria Alvinegra durante o intervalo do jogo, com uma placa pelos serviços prestados, e ainda deixou as marcas dos seus pés numa placa de cimento que será posta na Calçada da Fama do Clube.
Ovacionado pela Fiel torcida, Liedson  em entrevista, disse que não tinha palavras e que ficou muito emocionado com a homenagem e com o carinho dos torcedores presentes. 


VALEU LEVEZINHO!!!!!


quarta-feira, 24 de junho de 2015

GRANDES ÍDOLOS - PAOLO GUERRERO

O jogador peruano José Paolo Guerrero Gonzales após atuar durante 10 anos no futebol alemão, desembarcou no Corinthians em 13 de julho de 2012.
Sua estreia aconteceu no dia 25 de julho quando entrou no segundo tempo da partida contra o Cruzeiro em substituição a Emerson Sheik. A partida terminou com a vitória corinthiana por 2 x 0 mas o centroavante passou em branco .
Seu primeiro gol com a camisa corinthiana aconteceu apenas em setembro, mas precisamente no dia 23 no empate em 2 x 2 com o Botafogo carioca em jogo válido pela 26ª rodada do Brasileirão daquele ano.
Em dezembro, durante o Mundial Interclubes da FIFA, Guerrero começou a entrar na galeria de ídolos corinthianos . Primeiro ao marcar o gol que classificou o Timão para disputar a grande final do Torneio na vitória por 1 x 0 contra o time egípcio do Al-Ahly, e depois ao assinalar de cabeça contra os ingleses do Chelsea o gol que deu ao Corinthians o Bicampeonato Mundial de Clubes da FIFA.

                 Em ação contra o Al-Ahly                   (Folha de São Paulo)

Marcando contra o Chelsea 

Em 2013 conquistou os Campeonatos Paulista e a Recopa Sul-americana. No Paulistão acabou sendo o artilheiro da equipe com 9 gols assinalados.

Campeão Paulista de 2013

Campeão da Recopa 2013

Em 2014 foi eleito o melhor atacante do Brasileirão ao lado de Diego Tardelli do Atlético Mineiro.


A vitoriosa passagem do atacante peruano no Corinthians fez com que se torna-se o estrangeiro que mais gols marcou com o manto alvinegro, 54 gols, superando outro ídolo corinthiano, o argentino Carlitos Tévez que em sua passagem em 2005/2006  assinalou 46 gols.
Em maio de 2015, após 130 jogos, despediu-se do clube, já que devido a crise financeira Corinthiana não permitiu que o atleta tivesse seu contrato renovado.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

CORINTHIANS É TRICAMPEÃO MUNDIAL DE CLUBES SUB-17

Já que os profissionais não andam dando muitas alegrias ao torcedor corinthiano nos últimos meses, coube a garotada do Sub-17 elevar ao topo o nome do Timão faturando na Espanha o Tricampeonato Mundial de Clubes Sub-17.


A campanha corinthiana começou com um susto, já que na estreia perdeu para o Atlético de Madrid por 3 x 0, com direito a expulsão do goleiro Felipe. Precisando vencer para seguir em frente no campeonato, o time venceu os Colombianos do Atlético Nacional por 3 x 1.


Nas quartas de final a garotada encarou os mexicanos do Santos Laguna. O resultado apertado por 1 x 0 mostrou o quanto foi sofrida a classificaçãoCorinthiana para as semifinais da competição.
Na semifinal foi a vez de encarar o temido Barcelona, mas a garotada do Timão não tomou conhecimento do badalado adversário  e aplicou um sonoro 3 x 0 em cima do time catalão.


Na grande final, o Timão encontrou novamente os colombianos do Atlético Nacional, time que já havia vencido na 1ª fase da competição por 3 x 1, e para não ser repetitivo no placar, venceu a partida por 3 x 0 conquistando pela 3ª vez o título do Torneio.
Léo Jabá com 3 gols, e Léo Santos com 2 gols foram os artilheiros corinthianos na competição. 
O meia Matheus Pereira que já integra o elenco profissional do clube foi eleito o melhor jogador da competição. 


Agora resta saber se a Diretoria Alvinegra irá aproveitar alguns desses talentosos jogadores, ou se irá perdê-los para a concorrência como vem fazendo há anos.

Parabéns garotada !!!!!!!!!!!!!!.