quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

GRANDES ÍDOLOS - DANILO GABRIEL DE ANDRADE

Após 9 anos, chega ao fim a passagem de um dos maiores vencedores com a camisa do Clube.
Mineiro de São Gotardo, Danilo chegou ao Timão em 2010 ano em que o clube comemorava seu centenário vindo do Kashima Antlers clube japonês.

Imagem relacionada

Lá encontrou figurinhas carimbadas do nosso futebol como Ronaldo o Fenômeno e Roberto Carlos.
Em seu primeiro ano participou de 49 jogos, assinalou 3 gols, mas não conquistou nenhum campeonato.
Já em 2011 ajudou a conquistar o Brasileirão, atuando em 36 jogos e marcando 3 gols, um deles na goleada de 5 x 0 sobre seu ex-clube, o São Paulo.

Resultado de imagem para danilo corinthians 2011



Em 2012 seu melhor ano com a camisa alvinegra foi fundamental na conquista de forma invicta da primeira Libertadores da história do Clube.
No final do ano, após um chute seu que resultou no gol de cabeça do atacante Paolo Guerrero conquista o Mundial de Clubes da FIFA ao vencer o Chelsea da Inglaterra por 1 x 0.

Resultado de imagem para corinthians campeão libertadores

Imagem relacionada


Em 2013 conquista seu primeiro Campeonato Paulista com a camisa do Corinthians, e a Recopa Sul-americana sendo o autor do segundo gol na vitória por 2 x 0 que garantiu o título contra o São Paulo.

Resultado de imagem para corinthians campeão paulista 2013
                                                                                          Foto: Marcos Riboli


Em 2015 atuou em 29 partidas na conquista do seu segundo Brasileirão no clube.
Em 2016 sofreu uma grave lesão na perna que o deixou afastado por mais de um ano dos gramados, tendo inclusive o risco de ter que amputá-la, mas felizmente se recuperou.

Resultado de imagem para corinthians campeão brasileiro 2016
(Brasileirão 2016)

Em 2017 Entra na última partida do Brasileirão contra o Fluminense, e portanto conquista seu terceiro título Brasileiro no clube.
Em 2018 conquista seu último título com a camisa alvinegra, o Paulistão dentro na casa do rival Palmeiras ganhando no tempo normal 0 x 1 e nas penalidades (3 x 4).
Na penúltima rodada do Brasileirão contra a Chapecoense, Danilo faz seu último jogo diante a Fiel na Arena Corinthians. Antes do início da partida é homenageado pela diretoria do clube ao lado do também ídolo Emerson Sheik posando ao lado de todos os troféus que ajudou a conquistar.

Resultado de imagem para danilo homenagem despedida corinthians
                                                                                                 Daniel Augusto Jr.

No final de novembro durante um treino antes do jogo contra o Grêmio que encerraria a participação no campeonato, Danilo foi homenageado novamente pelos jogadores e funcionários do Corinthians. Ele recebeu um quadro com uma foto sua ampliada pelo fotógrafo oficial do Corinthians Daniel Augusto Jr. e teve o mesmo assinado por todos ali presente.

Resultado de imagem para danilo homenagem despedida corinthians
                                                                                       Foto: Marcelo Braga

Contrato encerrado, Danilo deixa o Corinthians após 9 temporadas, 359 jogos, 35 gols e 8 títulos tornando-se assim um dos maiores vencedores que já vestiu o manto alvinegro.
 Obrigado Campeão e felicidades!


segunda-feira, 9 de abril de 2018

CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA DE 2018

Pela 29ª vez na história, o Corinthians conquista o torneio estadual ratificando sua posição de maior vencedor do Paulistão.
Na fase de grupos, o timão em 12 jogos venceu 7, empatou 2 e perdeu 3. Marcou 17 gols e sofreu 8 terminando em primeiro lugar no seu grupo. Nas quartas de final o adversário foi o Bragantino. Na primeira partida em Bragança Paulista os donos da casa venceram por 3 x 2. No jogo de volta o Timão venceu por 2 x0 e passou à semifinais. Na semifinal o adversário foi o time do São Paulo. No jogo de ida no Morumbi, o tricolor venceu por 1x0. No jogo de volta o Timão devolveu o placar, e a decisão foi para as penalidades onde mais uma vez o goleiro Cássio apareceu, e defendeu a cobrança do atacante Diego Souza garantindo assim a vitória por 5x4 e a passagem para a grande final.

FASE DE GRUPOS
Corinthians 0x1 Ponte Preta
São Caetano 0x4 Corinthians
Corinthians 2x1 Ferroviária
Corinthians 2x1 São Paulo
Novorizontino 0x1 Corinthians
Santo André 2x1 Corinthians
Corinthians 0x1 São Bento
RB Brasil 1x1 Corinthians
Corinthians 2x0 Palmeiras
Santos 1x1 Corinthians
Corinthians 1x0 Mirassol
Botafogo-SP 0x2 Corinthians

QUARTAS DE FINAL
Bragantino 3x2 Corinthians
Corinthians 2x0 Bragantino

SEMIFINAL
São Paulo 1x0 Corinthians
Corinthians (5) 1x0 (4)São Paulo nas penalidades

FINAL
Corinthians 0x1 Palmeiras
Palmeiras (3) 0x1 (4) Corinthians nas penalidades

A grande final foi contra o arquirrival Palmeiras, favoritíssimo ao título , melhor equipe na fase de grupos e dono de um elenco recheado de estrelas graças ao aporte financeiro generoso de sua patrocinadora.
A primeira partida da grande final aconteceu na Arena Corinthians em Itaquera lotada pela Fiel torcida. Com um gol do atacante Borja logo no começo do jogo, o Palmeiras conseguiu sair na frente da decisão. A partida ficou marcada por muitas brigas dentro do campo culminando nas expulsões dos jogadores Felipe Mello  e Clayson após trocas de socos.
No jogo de volta no Allianz Parque, o Palmeiras que precisava apenas de um empate para sagrar-se campeão e assim sair de uma fila de mais de 10 anos sem vencer o estadual viu seu sonho começar a desmoronar quando o atacante Rodriguinho abriu o placar logo no comecinho da partida após boa jogada pela esquerda do jovem atacante Mateus Vital.
Com a vantagem em mãos, o Timão entrou em sua zona de conforto e fez o que mais sabe fazer, que é se defender e usar os contra-ataques quando possível.
O Palmeiras tentou empatar, mas não teve eficiência em suas ações. A grande polêmica do jogo foi quando o jogador Dudu, especialista em cair e simular, foi ao chão dentro da área após disputa com o volante Ralf. Mal colocado, o árbitro correu para a marca da cal assinalando penalidade máxima para a equipe alviverde. Inconformados pela bizarra marcação, os corintianos começaram a pressionar a arbitragem para que revisse sua decisão. O quarto árbitro, que acompanhava o lance de perto e viu que a penalidade não existiu, chamou o árbitro da partida e comunicou o fato. Diante dos fatos, e após longos 7 minutos de muitas discussões, o árbitro corretamente reviu sua posição e marcou apenas escanteio para o time palmeirense.
A partida seguiu nervosa até os 55 minutos quando finalmente o juiz apitou seu final, levando a decisão para as penalidades máximas.
Chegou a hora da estrela do goleiro Cássio brilhar mais forte. Defendendo os chutes de Dudu e Lucas Lima, o goleirão garantiu a vitória por 4x3, Fágner chutou para fora sua cobrança, e consequentemente o 29º Título do Paulistão, e o bicampeonato 2017-2018 que não acontecia desde os tempos da Democracia Corinthiana de Sócrates, Casagrande, Wladimir e cia de 1982-1983.
Parabéns a todos os guerreiros que suaram e honraram o manto alvinegro mais uma vez.

ELENCO
 GOLEIROS - Cássio, Walter, Filipe e Caíque França
LATERAIS - Fágner, Sidcley, Guilherme Romão, Carlos Augusto e Juninho Capixaba
ZAGUEIROS - Balbuena, Henrique, Pedro Henrique, Léo Santos, Yago e Vilson
VOLANTES - Gabriel, Ralf, Maycon, Mantuan, Warian, Renê Junior e Paulo Roberto
MEIAS - Jadson, Rodriguinho, Pedrinho, Mateus Vital, Marquinhos Gabriel, Danilo
ATACANTES - Romero, Lucca, Kazim, Junior Dutra, Matheus Matias, Carlinhos e Émerson Sheik
TÉCNICO - Fábio Carille

Imagem relacionada

AS PELOTAS DOS CENTENÁRIOS DO CORINTHIANS

Além de todas as glórias já alcançadas em sua centenária trajetória, o Corinthians continua sendo o único time Paulista detentor de 2 Títul...